- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.515 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

O meu amor pequenino

Letra e musica de: Alfredo Gago da Câmara
Repertório de: Paulo Filipe

O meu amor pequenino
Tão perto, andava sumido
Encontrei-o por destino
Num grão de areia, pedido

Fugia de um temporal / Desidratado, sem tino
Soprado no areal / O meu amor pequenino

E por dunas de aflição / Bem triste, desiludido
Também lá meu coração / Tão perto, andava sumido

Mas depois da tempestade / Nasce sempre um sol a pino
E entre fados de saudade / Encontrei-o por destino

Em minhas mãos, que ironia! / Contando o fado corrido
O seu coração batia / Num grão de areia, perdido