- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.515 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Apenas desalento

Jorge Fernando
Repertório de Jorge Fernando


Já fui tudo na vida p'ra não ser um derrotado
Fui servo, fui guitarra, á procura do seu fado
Esperei que o mestre tempo desse luz ao meu destino
Só tive solidão desde menino

Áqueles que apregoam igualdade, abri a mão
Sequei minha garganta de implorar ao coração
Alimentei minha alma de conselhos disfarçados
Sobrevivi dos versos inventados

A vida é luz, é côr
É som, é flor, é movimento
E eu numa palavra, sou apenas desalento;
Se todos somos gente
A caminhar p'ro mesmo fim
Porque é que o sol não nasce para mim