- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.575 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Anda o sol na minha rua

David Mourão Ferreira / Fontes Rocha
Repertório de Amália

Anda o sol na minha rua
Cada vez até mais tarde
A ver se pergunta á lua
A razão porque não arde

Tanto quer saber por quê / Mas depois fica calado
E nunca ninguém os vê / Andarem de braço dado

Se me persegues de dia / À noite sempre me deixas
Não digas que é fantasia / A razão das minhas queixas

Só andas enciumado / Quando eu não te apareço
Mas se me tens a teu lado / Nem ciúmes te mereço

Anda o sol na minha rua / Cada vez até mais tarde
A ver se pergunta à lua / A razão porque não arde