- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Cidade aguarela

José Fernandes Castro / Jaime Santos *fado jaime*
Repertório de Maria Antónia

Vejo da minha janela

Uma aguarela de brilho novo
É apenas claridade

Desta cidade, mãe do seu povo
Vejo traços de glória

Fazendo a história deste país
No olhar duma criança

Vejo a esperança brincar feliz

Vejo rituais de fado

Fazendo o agrado do coração
Sempre que a cidade canta

Não há garganta que diga não
Quando a cidade adormece

Até parece que não tem voz
Então sinto a madrugada

Bem acordada, velar por nós

Quando a cidade desperta

Já tenho aberta a tal janela
Com o olhar do desejo

Deponho um beijo nessa aguarela
Com os sentidos dispersos

Escrevo versos de felicidade
Rimando sol de ternura

Com a doçura desta cidade