- - -

- - -
° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...
° 6.020 Letras Publicadas ° 1.800.000 Visitas ° 10.07.2020
- - -
° Procure a letra do Fado // Pelo título correto // E veja aqui publicado // O seu Fado predileto; // Se não encontra o seu fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido °
- - -
° Por questãoes de funcionalidade existem índices divididos em 2/3 colunas // Os fados de Coimbra e os Humorísticos estão em colunas isoladas °

.

Quando se ama loucamente

Letra e música de Manuel Cruz
Repertório de Aldina Duarte

Quando se ama loucamente
Nada existe doutra forma
Tudo no seu peso incerto
Todo o rasgo de um motivo
De olhos num sorriso aberto
Dando o corpo ao esquecimento
Como um tronco na corrente

Quando o sangue corre à frente
Não há corações ao alto
Vivos numa nuvem de éter
Rebolando pela estrada
Embalados no cansaço
Poros desse espaço aberto
De quem ama loucamente

Mesmo que o desejo abrande
Nunca se vai apagar
Nunca lhe ganhaste o jogo
Em todo este tempo
Não percas mais tempo a tentar