- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Bicho de conta

Luís Macedo / Frederico de Brito *fado britinho*
Repertório de Camané

Meu pobre bicho de conta
Que te enrolaste de vez
Já não vives nos jardins;
Já não sentes, já não vês
Só sei, meu bicho de conta
Que te enrolaste de vez

Minh'alma, se te matei
Perdoa por esta vez / Fiz-te aspirar tão acima
Que desceste onde hoje vês
A seres um bicho de conta / Que te enrolaste de vez

Não deixes o desespero
Ferir-te onde tu não vês / Há mais coisas nesta vida
Mais prazeres que não vês
Que essa dôr que te atingiu / É que te enrolou de vez