- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.650 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

O que fôr há-de ser

Letra e musica de Dulce Pontes
Repertório de Kátia Guerreiro

Seja o que for que o amor me traga
Sei que é a primeira neste inverno
Ver que o olhar é de pequenas rugas
E de flores, tão terno

Sonhar seu beijo na fronte
A luz no horizonte como um primeiro raio de sol
Sentir por dentro da calma
A paz e a alma dos que não estão sós

Linda ciranda, ciranda linda
Gira que gira e torna a girar;
Quando eu morrer, ó ciranda linda
Deixa um luzeiro p'ra que eu possa ver

E sempre á volta a girar, sempre envolta no ar
De alma solta a te amar, para sempre a girar
Meu amor, meu amor
O que fôr há-de ser