- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fado dum mundo louco

Zeca Maneca / João Maria dos Anjos
Repertório de Artur Batalha


Noite negra nua e fria
Uma garganta escondida
Estranho silêncio no ar
A cantar a nostalgia
Que nela vinha perdida
Numa noite sem luar

Era a voz do louco fado
Dum pesadelo a fugir / Ao fascínio da maldade
No seu mundo inconformado
Onde teve que cair / No abismo da verdade

Uivou a noite dos lobos
Chorou a noite sem calma / Neste mundo sem razão
Nas gargalhadas dos bobos
Nos tristes corpos sem alma / A viver na escuridão