- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.500 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Amor sem tréguas

António Gedeão / Mário Pacheco
Repertório de Rodrigo da Costa Félix


É necessário amar qualquer coisa ou alguém
O que interessa é gostar, não importa de quem
Não importa de quem, não importa de quê
O que interessa é amar mesmo o que não se vê

Pode ser uma mulher, uma pedra, uma flor
Uma coisa qualquer, seja lá o que for
Pode até nem ser nada que em ser se concretize
Coisa apenas pensada que a sonhar se precise

Amar por claridade sem dever a cumprir
Uma oportunidade para olhar e sorrir
Amar como um homem forte, só ele o sabe e pode-o
Amar até à morte, amar até ao ódio

Que o ódio, infelizmente
Quando o clima é de horror
É forma inteligente
De se morrer de amor