<> Canal de Rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça a Rádio Bocas do Fado

<> <> <>
As 5.760 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fala da pintora

Luíz Francisco Rebello / Nuno Rodrigues
Repertório de Patrícia Rodrigues

Tenho no peito uma ferida que dilacera o meu ego
Nasci com ela, é a vida
É labirinto de cego, túnel, beco sem saída
Deus, que ora afirmo ora nego
Por isso nasci suícida, fui salva por ti, Diego

Com o sangue desta ferida aberta quando nasci
Nasci com ela, pintei quadros, escrevi
As horas da minha vida e a hora da minha morte
Por isso nasci suícida, fui salva por ti, Diego

Com este punhal vivi cravado no coração
Morri com ele
Sangue rubro, sangue forte da côr da revolução
Deste sonho a que me entrego
E desafia a razão que ambos sonhámos, Diego

Á eternidade, lego meus quadros e minha vida
E este romence de cego
Diego e Frida ... Frida e Diego