- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.500 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Quem á janela

Letra e musica de Amélia Muge
Repertório de Camané

Ninguém sabe por que fados
Os ventos sopram sózinhos
Ás janelas da saudade
Arrastando tempestades
Que nos fustigam as carnes
Desfazendo com uivados
O que foi a nossa imagem
Resto de nós, quase aragem
Á janela... á janela... á janela

E haverá um lugar
Onde toda esta colheita / De razões mais que maduras
Fermente, enfim descansada / Desfazendo até ao osso
Este esboço de pureza / Desfeito em água mirada
Que está onde e é o quê
Á janela... á janela... á janela

Bato ao postigo, á vidraça
Responde o eco, batendo
Não sei se lá está alguém / Ou não quer, não pode ouvir-me
Quisera eu estar lá dentro / E fora também batendo
Quisera eu ser alívio / P'ra nosso alívio encontrar
Á janela... á janela... á janela