- - - - - - - - - -

- - - - - - - - - -
- - - - - - - - - -

° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.170 LETRAS PUBLICADAS // 1.970.000 VISITAS // OUTUBRO 2020

Atingido este valor // Que me faz sentir honrado // Continuo, com amor // A ser servidor do fado.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 80 letras publicadas que nao constam do índice.

Caso encontre alguma avise-me, por favor.

Se não encontra o Fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

Lisboa é testemunha

Fernando Peres / Armando Augusto Freire *fado alexandrino antigo*
Repertório de Beatriz da Conceição

Lisboa é testemunha o resto é solidão
Um mundo de silêncio ternura sem o amor
E receio e ciume em choro sem razão
Dum desengano triste sem força de rancor

Lisboa é testemunha, ficou só desespero
Em lágrimas salgadas, remorso ou liberdade
Pobre sonho que eu quis p’ra sonhar que te quero
Na solidão maior que é sempre uma saudade

Lisboa é testemunha, a terra, o sangue, a vida
São vozes em silêncio, vontade de ter fome
De gritos no meu peito numa esperança vencida
Lisboa é testemunha do amor que não tem nome