- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.650 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Natal de Elvas

Letra e música: Tradicional *Alto Alentejo*
A 4a quadra è de António Nobre
Arranjo coral: Mário Sampaio Ribeiro
Intérprete: Maria Ana Bobone e Vozes Privadas


Eu hei-de me ir ao presépio
E assentar-me num cantinho
A ver como o Deus Menino
Nasceu lá tão pobrezinho

Ó meu Menino Jesus / Que tendes, porque chorais
Deu-me minha mãe um beijo / Choro por que me dê mais

Eu hei-de me ir ao presépio / E assentar-me num cantinho
A ver como o Deus Menino / Nasceu lá tão pobrezinho

Nossa Senhora faz meia / Com linha feita de luz
O novelo é lua cheia / As meias são p’ra Jesus

Ó meu Menino Jesus / Que tendes, porque chorais
Deu-me minha mãe um beijo / Choro por que me dê mais