- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.530 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Bendito amor *A.Mourão*

Pinto Ribeiro / Jorge Fontes
Repertório de António Mourão?*

Acende a minha boca nos teus beijos
Apaga nos meu lábios teus desejos
E deixa no teu corpo germinar
Um filho meu, bonita flor
Que há-de brotar do nosso amor

Bendito amor que já ganhou raízes
Que há-de florir, fazer-nos mais felizes
Amor que Deus no céu abençoou
Amor imenso que eu te dei
Que fez de ti esposa e mãe


Assim não somos dois, já somos três
E muitos mais depois, talvez
Conforme os beijos que me dês


Aquece nos meus dedos o teu rosto
Esquece nos meus ombros teu desgosto
Dos braços faz um ninho, como eu fiz
E um passarinho há-de nascer
Que te fará muito feliz

Aperta minha mão na tua mão
Balança meus abraços nos teus passos
E vamos embalar numa ilusão
O berço onde deus porá
O filho que depois virá