-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores dos temas aqui apresentados.
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* 7.350' LETRAS <> 3.180.000 VISITAS * ABRIL 2024 *

. . .

A rua dos meus ciúmes

Nelson de Barros / Frederico Valério
Repertório de Helena Tavares 
Criação de Helena Tavares na revista *A vida é bela*
Teatro Capitólio1960
Informação de Francisco Mendes e Daniel Gouveia
Livro *Poetas Populares do Fado-Canção*


Na rua dos meus ciúmes 
Onde eu morei e tu moras
Vi-te passar fora d'horas
Co'a tua nova paixão

De mim não esperes queixumes 
Quer seja desta ou daquela
Pois sinto só pena dela 
E até lhe dou meu perdão
Na rua dos meus ciúmes 
Deixei o meu coração

'inda que me custe a vida 
Pensarei com ar sereno
Que esse teu ombro moreno
Beijos d'amor vão queimar

Saudades, são fé perdida 
São folhas mortas ao vento
Que eu piso sem um lamento 
Na tua rua, ao passar
'inda que me custe a vida
Não hás-de ver-me chorar

Frederico Valério colocava nas músicas que compunha uma 
originalidade melódico-harmónica tanto mais de enaltecer, quanto 
não perdia o tal «cheirinho a Fado» cuja falta tantas vezes faz 
resvalar os fados-canção mais para a canção do que para o Fado. 
Será uma questão de gosto pessoal do ouvinte, mas talvez a pedra 
de toque seja ouvir o acompanhamento por orquestra e sentir que 
o Fado está lá, e ouvi-lo apenas com 
guitarra e com viola e sentir que não está. 
O leitor que sinta, pois nestes casos, parafraseando Pessoa, «sentir 
sinta quem ouve».
De salientar a mais-valia resultante de letra e música serem feitas 
por dois criadores trabalhando em conjunto.