- - - - - - - - - -

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira
° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 80 letras publicadas que não constam do índice. Caso encontre alguma avise-me, por favor.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.270 LETRAS PUBLICADAS /*/ 2.078.500 VISITAS /*/ MARÇO 2021

ATINGIDO ESTE VALOR /*/ QUE ME FAZ SENTIR HONRADO /*/ CONTINUO, COM AMOR /*/ A SER SERVIDOR DO FADO.

Pois mesmo desagradando // A "Troianos" maldizentes / Os "Gregos" vão apoiando // E vão ficando contentes

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se não encontra a fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

fadopoesia@gmail.com

- - - - - - - - - - - - - - - -

Pesquisa.

O polidor de calçadas

Armando Coutinho Dias / Alberto Simões Lopes *fado dois tons*
Repertório de Paulo de Carvalho

O Maurício Caramunha
Fabrica cera ás carradas
E tem a pomposa alcunha
De polidor de calçadas

Tem uma boa qualidade / Aprecia quem trabalha
Com 30 anos de idade / Nunca mexeu uma palha

Seu pai, um homem de ofício / De ofício pesado e duro
Um dia disse ao Maurício / Tens de pensar no futuro

Nessa vida de calão / Não podes permanecer
Escolhe uma profissão / Diz-me aquilo que queres ser

Na vida tudo se esvai / E já me sinto cansado
Se fosse possível, pai / Eu queria ser reformado