<> Canal de Rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça a Rádio Bocas do Fado

<> <> <>
Este espaço foi criado <> Com grande dedicação <> Por alguém que faz do fado <> A sua religião.

<> <> <>
As 5.845 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil <> Em caso de dificuldade não hesite em contactar <> fadopoesia@gmail.com

Sou aquilo que sou

Manuel Carvalho / Francisco Seabra
Repertório de Augusto Fernandes

Por onde querem não vou
Meu caminho escolho eu
Sei muito bem por onde vou
Sei bem aquilo que sou
E o que a vida não me deu

Nenhum anjo me guardou/ E não há quem me proteja
Só Deus sabe quem eu sou
Eu sou aquilo que sou / Não o que querem que seja

Pode não ser o melhor / Meu caminho por aqui
Talvez de cardos e dor
Seja o caminho que for / Mas fui eu quem escolhi

Quem na vida m’apontou / Por despeito ou por derriço
Não sabe para onde vou
Não sabe aquilo que eu sou / E nem tem nada com isso

As decisões não me afectam / Ninguém as toma por mim
Como eu já poucos restam
E muitos que me contestam / Gostavam de ser assim