- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Alma de vento

Diogo Clemente / Dominic Miler
Repertório de Mariza

Traz o vento as horas / Em que o amor em mim se refez
Entre o medo e as demoras / Os silêncios sem porquês

Vão no vento os medos / Que soubeste á minha voz
Guardo ao vento os meus segredos / E a razão de sermos nós

Meu amor
Ás ruas da cidade
Canto o amor na voz de uma saudade
Que o amor é um fado sem idade

Vem no vento, a chuva / Quase entrega ao meu olhar
Quando a alma em mim se curva / E teima em não querer quebrar

E quando o tempo levar o sol do pranto / Apagando a dôr do fim
Escondo-me num fado e canto / Como canta o vento em mim