- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Feira da ladra

Carlos Conde / Raúl Pereira *fado zé grande*
Repertório de Fernando Maurício

Fui á feira da ladra, a mais bizarra
Das feiras, com a marca do passado
E vi, no ferro velho uma guitarra
De tampo sujo negro e desgrudado

No fundo, uma etiqueta já sem côr
Ocultava um retrato que ficou
E que era dum famoso tocador
Que a morte há muitos anos já levou

Quatro cordas em rugas de cantigas
Se nada mais fizessem recordar
Lembravam quatro décimas antigas
Á volta duma quadra popular

Comprei aquela jóia que se enquadra
Em tudo que são velhas raridades
Ainda é preciso haver feira da ladra
P'ra nos mostrar o preço das saudades