- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.530 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Balada dos sinos

Letra e música de: Eduardo Melo
Intérprete: Adriano Correia de Oliveira

O sino toca na aldeia
Reza a gente com fervor
O sino toca na gente
Na aldeia nasce amor

Canta alegre a minha gente
Nasce amor na minha aldeia
Sino querido toca sempre

Dobra o sino, nasce amor
Reza o povo de contente
Há festa na minha aldeia
Toca o sino, canta a gente