As 5.205 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores !!!
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
<> POR FAVOR, alerte-me para qualquer erro que encontre <>
<> Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Por motivos alheios à minha vontade, o motor de busca nem sempre responde satisfatóriamente *

* A seleção alfabética é da responsabilidade da blogspot !!!
* Caso necessite de ajuda envie a sua mensagem para: fadopoesia@gmail.com *
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Um homem português

Nuno Gomes dos Santos / Mário Pacheco / P.S.Mayor
Repertório de Paulo de Carvalho

Era uma vez... quando ele nasceu o sol brihou
A mãe sorriu, pegou-lhe ao colo e o pai chorou
Foi mais amor que entrou ali e ali ficou
Para aquele menino a vida começou

Depois o nome... mas qual vai ser? talvez José!
Já está um homem e até já sabe o ABC
Brincar, sonhar, fintar o mundo, bola no pé
Para aquele menino a vida é como é

Depois cresceu e aprendeu que é bom viver
Primeiro cigarro, primeiro amigo, haja o que houver
E descobriu que queria amar uma mulher
Para aquele rapaz, a vida é o que ele quiser

Ai... quem nos vê agora
Ai... já nos viu de vez
Ai... pela vida fora
Nós queremos ser um homem português

Mais tarde foi a vida a dois, depois a três
Um filho é bom, se forem dois, melhor talvez
Sonhar assim, dá quase até ao fim do mês
Ai sonhos meus, qual é que não se fez

Até que um dia a gente quer saber de nós
Se ele foi o pai, tu és a mãe, nós somos nós
E era uma vez alguém que quer falar de nós
Porque este Zé, és tu ou somos nós