-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores dos temas aqui apresentados.
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* 7.350' LETRAS <> 3.180.000 VISITAS * ABRIL 2024 *

. . .

Não cantes p’ra mais ninguém

Maria Manuel Cid / Armandinho *fado da adiça*
Repertório de Elsa Laboreiro


Quando menina cantava
Ao escutar minha mãe
Quase a medo murmurava
Não cantes p’ra mais ninguém

Pelo sentido profundo 
Na forma de me expressar
Sabia que neste mundo 
Tinha muito que chorar

E do seu olhar cansado 
Uma lágrima caída
Vinha tornar mais pesado 
O fardo da minha vida

Minha mãe compreendera 
E com ela estremeci
Que esta tristeza nascera 
Comigo quando nasci

E porque o fado é sofrer 
Eu sinto que minha mãe
Tinha razão ao dizer 
Não cantes p’ra mais ninguém