- - - - - - - - - -

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira
° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 80 letras publicadas que não constam do índice. Caso encontre alguma avise-me, por favor.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.270 LETRAS PUBLICADAS /*/ 2.078.500 VISITAS /*/ MARÇO 2021

ATINGIDO ESTE VALOR /*/ QUE ME FAZ SENTIR HONRADO /*/ CONTINUO, COM AMOR /*/ A SER SERVIDOR DO FADO.

Pois mesmo desagradando // A "Troianos" maldizentes / Os "Gregos" vão apoiando // E vão ficando contentes

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se não encontra a fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

fadopoesia@gmail.com

- - - - - - - - - - - - - - - -

Pesquisa.

Fado do cavaleiro tauromáquico

Lourenço Rodrigues / Jaime Mendes
Repertório de Hermínia Silva

Era um cavalo de raça, que na praça
Olha um toiro com nobreza
É da plebe e fidalguia, a alegria
Cá da gente portuguesa

Também a mulher que amamos e juramos
Conquistar a mal ou bem
Quanto mais difícil for nas seduções do amor
Para nós, mais valor tem

Eu de cavalos e mulheres, gosto como ninguém
São dois prazeres p'ra mim dos mais difíceis de igualar
É que um cavalo, pode um homem dominá-lo bem
Mas a mulher ninguém consegue dominar

A trotar que é um regalo, o cavalo
Galga prados e colinas
E lá ao longe as montanhas, são tamanhas
Mas parecem pequeninas

Também a mulher parece, que engrandece
À sombra duma afeição
Quando o amor é profundo, possuí-la é ter o mundo
Fechado dentro da mão