- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Estrelas sem sentido

Aldina Duarte / Francisco José Marques *fado zé negro*
Repertório de Joana Amendoeira

Estrelas brilham sobre o mar
No sorriso da paixão
Nos olhares compreendidos;
Quem quiser delas cuidar
Tem mais luz no coração
E na vida, outros sentidos

A coragem duma estrela
Atravessa a noite escura / A brilhar p’la madrugada
Os que dormem sonham vê-la
Deslizar na chuva pura / Entre as ondas, recortada

Quando o estrela cai no mar
Ao céu não pode voltar / Faz-se negra á luz do dia
Condenada á eternidade
Ela chora de saudade / A gritar por companhia