- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Canto ao meu país

José Fernandes Castro / Jaime Santos *fado jaime*
Repertório de Francisco Lisboa

Portugal, que tanto amo / E aclamo, com devoção
Portugal pai da verdade / Pai da saudade, pai da razão
Por ti posso conjugar / O verbo amar, com voz sincera
És poema sempre novo / Na voz dum povo, que te venera

O sumo da tua história / Está na memória, de quem te canta
O teu fado sem idade / Ainda invade, qualquer garganta
Foste cais de descobertas / E em mim despertas, rara beleza
Tens um sol tão desejado / Que te foi dado, p'la natureza

País de portas abertas / Pai dos poetas, do paraíso
Meu mensageiro da paz / Só tu me dás, o que preciso
Refúgio da voz do fado / Jardim plantado, á beira mar
Portugal lindo país / Estou feliz, por te cantar