- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.500 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Tenho em mim a voz dum povo

Maria de Lourdes Carvalho / Carlos Gonçalves
Repertório de Gonçalo Salgueiro

Amar o amor é amar a vida
A vida mais do que vida será viver;
Viver para cantar com voz dorida
A sombra que ensombra a minha vida
Que tudo quer, sem nada querer

Chamam meu nome desmedido
De lés a lés entendido
Que tenho em mim a voz dum povo;
Voz com que canto e me encanto
Em cada canto do meu pranto
Uma estranha lágrima de fogo

Viva meu nome, minha voz, meu fado
P'la chama da minh'alma sempre eterno
Porque em mim a morte não caberá;
No altar de Deus, lá no infinito
Comigo Camões, Pessoa e o mito
Nem canto secreto se acenderá