- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Punhal de primavera

João Fezas Vital / Júlio Proença *fado esmeraldinha*
Repertório de Carlos Macedo

Querer-te, é um punhal de primavera
Que rasga a minha carne à luz do dia
E o sangue que em mim corre à tua espera
Arde no fogo em brasa da alegria

E vens, e a tua pele traz o suor
Da raiva dos poemas que te chamo
És cor, e sol, e pátria, e riso, e dor
E dás-te num suspiro de oceano

Há rios de fúria e espanto no abraço
Da morte que tu foste e que eu não era
Morreste, e eu nasci no teu regaço
Teu corpo é um punhal de primavera