<> Canal de rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça Fados

<> <> <>
As 5.850 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil <> Em caso de dificuldade não hesite em contactar <> fadopoesia@gmail.com

A noite e o dia

Jacinto Lucas Pires / Alfredo Duarte *fado cuf*
Repertório de Camané


Ai foi a vida que invadiu a noite
Ou foi a noite que invadiu o dia
A chuva contra o vidro, leve açoite
Quase saudade ou triste alegria

Minha alma quieta em desassossego
Já madrugada ou ainda manhã
Nenhuma sombra sobre o mundo cego
E no entanto, a escuridão que há

O tempo fraco ou o tempo forte
Luz do que foi, dôr do que há-de vir
Simples vazio ou amor de morte
Verdade a chuva e os céus a fingir

Ai foi o dia que invadiu noite
Ou foi a noite que inventou o dia
Chove no meu destino, duro açoite
Clara saudade, ou negra alegria