- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

É fado

Eduardo Damas / Manuel Paião
Repertório de Carlos Zel

Caminho pela rua á toa / Meus passos dou-os só p’ra ti
Procuro encobrir de mim / Que nunca, nunca mais te vi

E mesmo sem saber porquê / Eu vou ainda á tua rua
Na triste claridade / Eu vejo a sombra tua
Ali, junto de mim, dada p’la lua

Pensar ainda em ti... é fado
O dia em que te vi... foi fado
Meu caminho sem ti... é fado, é fado, é fado
Ver-te ainda voltar... é esperança
E a esperança do amor... não cansa
Passar a vida a esperar, ver a vida passar
Passado sem passado... é fado

Destino é o que Deus me deu / Vou passando p’la vida assim
Não sei se são ordens do céu / Só sei que tenho um fado em mim

Sou barco só no alto mar / Sózinho nesta imensidade
Sem rumo e sem destino / Escondendo a realidade
Eu caminho assim já, só p’ra saudade