- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.535 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fado Raquel

Letra e musica de Diogo Clemente
Repertório de Raquel Tavares  

Quem me vê debruçada na janela
Não venha debruçar-se sobre mim
Mas passe tristemente junto dela
E tristemente passe junto a mim

Que juntas estão as mãos com que apertei
As rosas e os beijos pela tarde
Que deu lugar à noite a que me dei
E sem querer me arde, ainda arde

Quem passar devagar não se demore
Acaso o choro a alma me encontrar
No fundo, não é tanto o quanto chore
É mais a dor calada de chorar

Que a espera que me prende no vazio
Deserta-me da vida junto dela
E outra vida surge como um rio
Ao ver-me debruçada na janela