- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Canal de JOSÉ FERNANDES CASTRO em parceria com RÁDIO MIRA

RÁDIO apadrinhada pelo mestre *RODRIGO*

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
AS LETRAS PUBLICADAS REFEREM A FONTE DE EXTRAÇÃO, OU SEJA: NEM SEMPRE SÃO MENCIONADOS OS LEGÍTIMOS CRIADORES
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
ATINGIDO ESTE VALOR // QUE ME FAZ SENTIR HONRADO // CONTINUO, COM AMOR // A SER SERVIDOR DO FADO
POIS MESMO DESAGRADANDO // A TROIANOS MALDIZENTES // OS GREGOS VÃO APOIANDO // E VÃO FICANDO CONTENTES
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
6.525 LETRAS PUBLICADAS <> 2.572.800 VISITAS < > SETEMBRO 2022
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Casa vazia

António Calém / Carlos da Maia *quintilhas*
Repertório de João Braga


Ao fundo a minha lareira
Queima saudades de ti
Vazia a tua cadeira
Vazia até a fogueira
Onde a chama nem sorri

Um Cristo estende os braços / Para quê ou para quem?
Na terra não há abraços / Há só medos e cansaços
Solidão e mais ninguém

Cada hora é como um dia / Cada minuto uma hora
E dizer que houve poesia / E risos e alegria
Até ao romper da aurora

Hoje o meu lume é de frio / A chama, escuridão
A casa é um lugar vazio / Frio em tudo e ainda mais frio
Dentro do meu coração