- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.515 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fado Gato

Filipa Tavares / António Almeida
Repertório de Filipa Tavares

Fala o decadente
À velha e ao inocente
Que o sonho já morreu, que o amanhã se foi
Não há lugar p’ra mais gente

Fala o ditador
À multidão com fervor
Fala o doutor, também o professor
Não há lugar p’ra mais gente

Vou vivendo assim
Entre o mau e o ruim
Desde o princípio ao fim
Não há lugar para mim;
Vais andando assim
Entre o mau e o ruim
Desde o princípio ao fim
Não há lugar para ti

Fala o canalha
Que tece na sua teia
No fio duma navalha, o adeus a quem trabalha
Não há lugar p’ra mais gente

Fala um à multidão
Que em surdina
Recebe ao seu pão um não e a resposta é então
Não há lugar p’ra mais gente