- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.530 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Alexandrino

Carlos Freire / Alfredo Duarte *lembro-me de ti*
Repertório de Margarida Bessa

Cantava antigamente, p’ra expandir a alegria
No tempo em que vivi risonha mocidade
Tal quel os passarinhos, soltava meus trinados
Ingénuos, descuidados, tudo felicidade

Achei o teu olhar perdido nos meus olhos
Que p’ra mim foram escolhos de tão dura paixão
Hoje já não te olho, já não te quero ver
Basta-me p’ra sofrer, ver-te com o coração

Porém, assim ceguinha, cega de amor por ti
Nada melhor eu vi, que um amor verdadeiro
E se nada mais vejo, nada melhor senti
Pois vendo-te a ti, eu vejo o mundo inteiro