-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores dos temas aqui apresentados.
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* 7.350' LETRAS <> 3.180.000 VISITAS * ABRIL 2024 *

. . .

Perguntas

Linhares Barbosa / Alfredo Duarte *fado louco*
Repertório de Manuel de Almeida
A última estrofe foi ligeiramente alterada pelo intérprete

Tu fazes perguntas tais
Quantos beijos te dei eu
Eu não sei, mas foram mais
Do que estrelas tem o céu

Diz-me, cabecinha tonta 
Se alguém poderá contar
Aquela conta sem conta 
Das ondas que andam no mar

Diz-me se alguém adivinha 
A água que cai no rio
Quando a chuva miudinha 
Dura três horas a fio

No mundo dos impossíveis 
Ninguém pode, ‘inda que queira
Contar os grãos invisíveis 
Duma nuvem de poeira

Tudo isto ainda os sábios 
Podem em cálculo juntar
Mas os beijos que te dei 
Ninguém pode calcular

3ª estrofe original
Segundo o livro editado pela Academia da Guitarra e do Fado

Mas tudo isto ‘inda os sábios
Num cálculo podem juntar
Mas os beijos dos meus lábios
Ninguém pode calcular