- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Disse mal de ti

Linhares Barbosa / Acácio Gomes *fado bizarro*
Repertório de Amália

Fui dizer mal de ti a toda a gente

Jurei, teimei, a todos convenci
Que és um impostor que nada sente
E ainda hoje disse mal de ti

Afirmei que me bates, que me oprimes
Que és covarde, que és cínico e promíscuo
Serias bem capaz dos maiores crimes
Se te pagassem bem, disse tudo isto

Todos me acreditaram cegamente
Alguns olhos de lágrimas luzindo
Chorei, gritei, gemi cinicamente
Mas cá dentro minha alma ia sorrindo

Na boca das mulheres vi o lume
Do ódio, do rancor que eu acendi
Menti a toda a gente por ciúme
Só eu quero gostar, gostar de ti