Clicar na imagem !!!
* * * * *
As 5.260 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores !!!
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
POR FAVOR <> alerte-me para qualquer erro encontrado a fim de melhorar este tributo ao FADO <> OBRIGADO
<> Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Por motivos alheios à minha vontade, o motor de busca nem sempre responde satisfatóriamente *
* A seleção alfabética é da responsabilidade da blogspot !!!
-------------------------------------------------------------------------
* Caso necessite de ajuda envie a sua mensagem para: fadopoesia@gmail.com *
* * * * *

O pranto do poeta

José Fernandes Castro / Francisco Seabra
Repertório de Augusto Fernandes

Sempre que o poeta chora

Faz poesia com pranto;
Quando a dôr é redentora
Sempre que o poeta chora

O choro tem outro encanto

Sempre que o poeta chora / Faz poesia sentida
Faz lembrar a velha nora
A jorrar água com vida / Nesta vida enganadora

Sempre que o poeta chora / Chora por dentro dum verso
Para não se ver por fora
A dôr dum choro disperso / Numa alma sofredora

E quando o peta sente / A inspiração suprema
Tem mais brilho a sua mente
E muito naturalmente / Nasce o mais belo poema