- - - - - - - - - -

- - - - - - - - - -
- - - - - - - - - -

° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.170 LETRAS PUBLICADAS // 2.000.000 VISITAS // DEZEMBRO 2020

Atingido este valor // Que me faz sentir honrado // Continuo, com amor // A ser servidor do fado.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 80 letras publicadas que nao constam do índice.

Caso encontre alguma avise-me, por favor.

Se não encontra o Fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

Graças de Lisboa

António Vilar da Costa / Mário Laginha
Repertório de Miguel Xavier

De manhã começa a lida
Gente p’ra cá e p’ra lá
Cantam pardais na avenida
Vem gente da boa vida
Vai gente prá vida má

Abre o sol os bastidores / E o drama começa já
Entram no palco os atores 
Lágrimas, sangue, suores / Gente p’ra cá e p’ra lá

Os pregões bailam no espaço / E ao fim da noite perdida
Sonolenta de olhar baço
Vencida p’lo cansaço / Vem gente da boa vida

E num contraste profundo / Da sorte que Deus nos dá
Com um sorriso jucundo
A fim de dar vida ao mundo / Vai gente prá vida má