- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.515 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Aí vem o Natal

Carlos Conde / Alfredo Duarte *fado cuf*
Repertório de Alfredo Duarte Júnior


Aí vem o Natal, de tão velhinho
Traz uns trémulos passos de incerteza
É preciso ampará-lo com carinho
E dar-lhe um lugar de honra á nossa mesa

Aí vem o Natal de sonhos ledos
Dos sonhos que se sonham acordados
Traz um saco cheiinho de brinquedos
Modernos, sugestivos, engraçados

Um ror de peças, tanques, aviões
Miniaturas de espadas e de lanças
Máscaras, espingardas e canhões
Enfim... toda a alegria das crianças

Seria bom no entanto, que o Natal
Ás lutas dos miúdos désse fim
Nanja que dessas guerras venha o mal
Mas as zangas começam sempre assim

Aí vem o Natal, um velho ufano
Que espalha pelo mundo os seus engodos
Deus queira que ele venha para o ano
Com bandeirinhas brancas para todos