- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Só a morte de passagem

João Fezas Vital / Joaquim Campos *fado puxavante*
Repertório de Teresa Siqueira

Deixaremos aberta a porta
Quando o frio é lá de fora
Ser senhores da noite morta
E do medo que lá mora;
Obriga o corpo sem dono
A desabrigos de hora

Cachos de uva madura / Teu corpo de lentidão
Lume aceso que perdura / O tempo da solidão;
Segredos de água pura
Que trago em cada mão

Meu amor, minha verdade / Caso de ser sol oculto
Lá fora a noite é cidade / E a cidade é um insulto

Porta aberta, grande estrada / Em delírio de viagem
Não a feches, não foi nada / Só a morte de passagem