As 5.180 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores !!!
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
<> POR FAVOR, alerte-me para qualquer erro que encontre <>
<> Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Por motivos alheios à minha vontade, o motor de busca nem sempre responde satisfatóriamente *

* A seleção alfabética é da responsabilidade da blogspot !!!
* Caso necessite de ajuda envie a sua mensagem para: fadopoesia@gmail.com *
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Meu quadro

Paulo Abreu Lima / Paulo Paz
Repertório de Carla Pires

Quem foi o pintor deste quadro que guardo
Pregado ás colinas da cidade
Minha flor de liz que ontem foi cardo
Razão de querer, quando triste já tardo
Feliz, por rever o meu quadro

Quem foi o autor de tela tão viva
Que muda de tom, de cor e de cheiro
Neste amor primeiro de ser e sonhar
No vão das janelas viradas pró mar
Orgulho dum povo que foi marinheiro

Lisboa menina de dia e com graça
Acoda varina e vende na praça
À noite fadista castiça e com raça
Nos tascos da vida do tempo que passa
Lisboa rainha do rio que abraça

Quem desta janela de vista sem fim
Demarcou do eterno tão vivo retrato
Oh! luz dos meus olhos, pedaços de mim
Cidade-aguarela mais do que um jardim
Que levo comigo cada vez que parto

Quem desta varanda que inspira e acalma
Transforma e comanda o dom de voar
Divino retrato, luz da minha alma
Quem foi esse Deus que me ensina a pintar
Do jeito mais lindo que sei... a cantar