- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.575 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Assim que te despes

David Mourão Ferreira / Custódio Castelo
Repertório de Cristina Branco

Assim que te despes
As próprias cortinas
Ficam boquiabertas sobre a luz do dia

Os teus olhos pedem
Mas a boca exige
Que te inunde as pernas, toda a luz do dia

Até o teu sexo
Que negro cintila
Mais e mais desperta para a luz do dia

E a noite percebe
Ao ver-te despida
O grande mistério que há na luz do dia