- - - - -

- - - - -
<> Clique na imagem e oiça Fado <>
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.650 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Saudade tem dó de mim

Manuel Abrantes / Alberto Simões Lopes *fado dois tons*
Repertório de Manuel de Almeida

Tudo passa, tudo corre
Nesta vida d’ilusão
Tudo acaba, tudo morre
Só a saudade é que não

Ó saudade, vai-te embora / Deixa-me só um instante
Ainda que seja uma hora / P’ra alívio já é bastante

Não me faças sofrer mais / A sofrer tenho vivido
Podes ver pelos meus ais / Quanto já tenho sofrido

Tenho a vida quase gasta / Pela dôr que não tem fim
Para castigo já basta / Saudade tem dó de mim