- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Despir a noite

Tiago Torres da Silva / Joaquim Campos *fado vitória
Repertório Celeste Rodrigues

O barco deixa Cacilhas
E navega poucas milhas
Até chegar a Lisboa;
Trespassa as águas o rio
Que a noite veste de frio
E que a saudade abalroa

Á proa dum cacilheiro
Vejo o Castelo altaneiro / Roubando a luz ao sol-posto
E eu fico tão sózinha
Que até a noite se aninha / Nos braços do meu desgosto

Talvez se eu esticar o braço
Possa o Terreiro do Paço / Vir dormir na minha mão
Ou talvez ao ver a Estrela
Eu sinta que basta vê-la / P'ra espantar a solidão