- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Meu amor morre no mar

António Teixeira Vasconcelos / Pedro Rodrigues *fado primavera*
Repertório de Carlos Zel

Meu amor bebe dos rios
Dorme nos campos vazios
Que alguém um dia não quis
E abraça o corpo exangue
Todo manchado de sangue
Das terras do meu país

Ali o tempo é enorme
Meu amor que já não dorme / Acordou a madrugada
Libertou-se de desejos
Encheu a manhã de beijos / E a manhã não disse nada

Meu amor senta-se á mesa
Em casa da camponesa / No barco do marinheiro
Meu amor tem mil irmãos
Se todos dessem as mãos / Meu amor era o primeiro

Meu amor é minha terra

Meu amor morre na guerra / Meu amor não quer pensar
Vão as horas uma a uma

Entre pedaços de espuma / Meu amor morre no mar