- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.515 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Aquela triste e leda madrugada

Luíz Vaz Camões / Carlos Mendes
Repertório de Camané

Aquela triste e leda madrugada

Cheia toda de dor e piedade
Enquanto houver no mundo saudade
Quero que seja sempre celebrada

Ela só quando alegre e marchetada
Saía dando à terra claridade
Viu apartar-se de uma, outra vontade
Que nunca poderá ver-se apartada

Ela só viu as lágrimas em fio

Que de um e de outros olhos derivadas
Juntando-se formaram largo rio

Ela ouviu as palavras magoadas

Que puderam tornar o fogo frio
E dar descanso às almas condenadas