- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

O meu amor

Rosa Lobato Faria / Rão Kyao
Repertório de Manuel de Almeida

O meu amor... consola como o pão
Fresco é melhor... mas quente dá paixão
O meu amor... roda como o sol
E faz de mim, pião

As ruas da minha sede vão todas dar ao seu corpo
É cais, é casa, e é porto dos beijos com que me perde
E deito o barro á parede pedindo que não me deixe
Eu quero ser como o peixe nas malhas da sua rede

O meu amor... é doce como o mel
Dourada côr... do tom da sua pele
O meu amor... roda como o mar
E faz de mim, batel

O meu amor... é sábio como o sal
Pouco é sabor... mas se é demais faz mal
O meu amor... roda como o vento
E faz-me vendaval