- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.650 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Olhar divino

Moita Girão / Fernando Freitas *fado noquinhas*
Repertório de Fernando Maurício 

Eu nunca tinha visto uma mulher tão bela
E por não entender caprichos do destino
Sentia perto o céu se falava com ela
E perdi meu olhar, no seu olhar divino

Nas nossas relações só havia amizade
Porém, a pouco e pouco, um grande amor nasceu
Mas quando percebi a sua falsidade
Risquei-a do meu peito, e para mim morreu

Veio a separação, e na hora de abalar
Do que é seu, nada quis, e foi melhor assim
De tudo o que era meu, só lhe deixei ficar
Uma velha guitarra e um Cristo de marfim

Talvez ela me julgue um mal intencionado
Dei-lhe pouco, bem sei, mas fi-lo por pensar
Que ela sabe rezar e também canta o fado
E a hora da saudade um dia há-de chegar