- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Mãos cheias de amor

Clemente Pereira / Popular *fado corrido*
Repertório de Manuel de Almeida

Pus a minha mão direita
Na tua, com afeição
E vi como ela se ajeita
Ao jeito da tua mão

Sem maneiras estudadas / Entre nuvens de carinho
Vamos seguir de mãos dadas / Agora, o nosso caminho

E passe lá quem passar / Não terá força nem voz
P’ra as mãos separar / Ao passar por entre nós

Neste amor sem desvarios / Diremos, seja a quem fôr
Não há corações vazios / Quando há mãos cheias d’amor