- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Canta-me um fado

Evaldo Gouveia / Jair Amorim
REpertório de Fernando João

Recordo o Tejo e as vielas lá de Alfama
E um xaile negro em cada acorde da guitarra
A poesia que pela noite se esparrama
Eu sou fadista, eu sou soldado eu sou cigarra;
Bebo o meu vinho e
m mil taças nesta hora
Em minhas mãos, a
minha taça e o coração

Canta-me um fado, p
or favor, canta-me um fado
Canta-me um fado bem castiço e sofredor
Amália vem mostrar a todos teu reinado
Dizer num verso português o que é o amor

Meu Portugal de caravelas sonhadoras
Meu pensamento vai em busca do teu mar
Sou navegante em tuas noites sedutoras
Eu sou poeta, em teus claríssimos luares
Meu Portugal, j
oga-me um cravo da janela
E põe-me a rir e
sta saudade na lapela