- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Canal de JOSÉ FERNANDES CASTRO em parceria com RÁDIO MIRA

RÁDIO apadrinhada pelo mestre *RODRIGO*

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
AS LETRAS PUBLICADAS REFEREM A FONTE DE EXTRAÇÃO, OU SEJA: NEM SEMPRE SÃO MENCIONADOS OS LEGÍTIMOS CRIADORES
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
ATINGIDO ESTE VALOR // QUE ME FAZ SENTIR HONRADO // CONTINUO, COM AMOR // A SER SERVIDOR DO FADO
POIS MESMO DESAGRADANDO // A TROIANOS MALDIZENTES // OS GREGOS VÃO APOIANDO // E VÃO FICANDO CONTENTES
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
6.690 LETRAS PUBLICADAS <> 2.655.000 VISITAS < > 01 JANEIRO 2023
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Carta à Maria

Manuel Casimiro / Carlos da Maia *fado perseguição*
Repertório de Eduarda Maria
Este tema também foi gravado com o título "Carta a Manuel"

Manuel, cá recebi
A carta em que me dizias
Que entre nós tudo acabou
E foi com espanto que li
Que no mundo há mais Marias
E eu p'ra ti já nada sou

Não me ofende o teu desdém  / 
Nem me atinge o teu desprezo
Podes pois ficar em paz
Até juro, nota bem / Pela luz que tanto prezo
Que nunca mais me verás

Pode ser que outra Maria / Satisfaça teus desejos
E cumpra a tua vontade
Estou certa que nesse dia / Lembrarás meus castos beijos 
Co’a mais profunda saudade

Vou dobrar este papel / E aproveito p’ra dizer-te
Pela luz que me alumia
Que para ti, Manuel / Embora não queira ver-te
Sou sempre a mesma Maria